Jogos Mortais no Mackenzie

No início achei estranho fazer o trabalho final de Imagem e Som I sobre os Jogos Mortais, no qual a proposta diz que deveriamos criar um cenário para os nossos colegas de sala entrarem, onde deveriam interagir com o lugar. Fui me acostumando, e nas reuniões com o grupo tivemos ideias fantásticas para aplicar o trabalho.

Utilizamos o máximo de interação, dividimos o tempo e nos aproveitamos da situação de “panelinhas” da sala para desenvolver um roteiro. O mais interessante foi o fato de criar a tensão montando um lugar escuro, com pouca luz, quente e com ambiência sonora; além do roteiro e a nossa personagem principal, a Mariana, que ficou presa em um local e deveria ser libertada durante um certo tempo.

Mapa da sala (clique para ampliar):

Assistam ao resultado:

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Making Of e Créditos:

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.
Anúncios

Fussa Requebra: Um elefante ao ritmo de Macarena

Proposta de trabalho para fotografia: Montar um video de um minuto com fotos tiradas de um celular com uma temática qualquer. Acrescentei um detalhe ao meu tema: as minhas fotos iriam compor um stopmotion. Logo, utilizei um celular Sony Erikson W580i, montei um cenário, convidei meu amigo Fussa, e fomos ao trabalho…

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

O mais legal é que o YouTube tirou o audio do meu video, e claro, o Videolog fez justamente o contrário, me colocou nos videos em destaque na página principal deles:

Destaque no Videolog (clique na imagem para ampliar)

Planeta Disney Cast

O mais interessante aqui, posso dizer que foi descobrir como gravar o audio do Skype no Mac OS utilizando uma série de programas gratuitos. Enfim, entrada e saida de audio, a lógica da coisa toda me deixou curioso e furioso, mas não desisti até entender e “fussar” em todas as opções até descobrir.

Ainda tem mais: assistir a filmes de princesas Disney, para fazer um podcast do mesmo tema, foi muito interessante, pois eu sendo um menino do carrinho, dos hominhos de lutinha e da cor azul, pude ver coisas interessantes nesses filmes “cor-de-rosa” (erroneamente chamado assim) e tentar entender mais o que se passa na cabeça de todos que assistem aos filmes (sendo eu uma dessas pessoas), diria, entendi pouco, e quero pesquisar muito mais, porém o melhor deles que diz sobre Realidade e Contos de Fadas ao mesmo tempo na devida medida é o “Encantada“.

Confira aqui a gravação/edição e a minha opinião, juntamente com o Léo Francisco, sobre os filmes, publicado oficialmente no site Planeta Disney:

É verdade, é Bic.

A proposta é de Redação, com roteiro, mas com aplicação. Seja com qualquer tipo de câmera (celular, mini DV e bla bla bla), mas com os enquadramentos e o roteiro bem elaborados. Logo, tenho a mera impressão de que o nosso “bondoso” professor se transformou naquele cliente “não gostei e não entendi, faz outro”. Entendemos o recado, e aos poucos chegamos na ideia de utilizar grandes mitos para explicarem o mito da Caneta Bic, aproveitando assim o diferencial escolhido: durabilidade.

Grupo: Camila Caetano, Fernanda Caritá, Frederico Junqueira, Giovanni Yuri, Natacha Dias e Tárik Frank

“Para toda forma de amor…

… Todo tipo de flor.”

É assim que pensamos quando procuramos definir flores para a Floricultura Margarida Flores. Tão belas que podem estar presentes em qualquer momento, tanto nos tristes, como nos felizes, e o principal detalhe que permeia quase todas as intenções de presentear/homenagear alguém especial, carrega consigo o AMOR. E para isso, criamos um jingle. Palmas para meu amigo Tárik Frank, quem emprestou a voz e fez um arranjo musical bem interessante para gravarmos no Studio Van. Escute o primeiro modelo [clicando aqui], e [clicando aqui] para escutar o segundo.

Para o dia das mães de 2009, o Jingle foi veiculado nas emissoras de rádio da cidade de Ituiutaba, MG, onde está a floricultura, e até hoje em algumas datas comemorativas é acionado para a veiculação.

Segue abaixo uma vinheta de 10 segundos para um Outdoor Digital (Tecnofull) localizado na mesma cidade:

Produção: Illustrator e After FX.

Suflair irresistível

Não me contive, coloquei no Youtube um trabalho que ficou legal, tanto pelos cortes de edição que fiz como a atuação daqueles que tornaram o chocolate Suflair mais irresistível ainda. Meus parabéns ao Tarik, a Nina, a Marcela e a Bruna pela ótima atuação! Filmagens feitas com uma câmera de celular e camera Mini-DV, hora pelas mãos da Adriana, ora pelas mãos da Vaninna. Seguem os três comerciais para a campanha, confira: